quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Stressadinhas..

Magnífica essa combinação, trabalho impecável de: Solar Gardens: The Living Art Company - Canada.
     
     "Na hora de compor um vaso a combinação das cores é importante, nada como encontrar aquelas suculentas com a coloração bem marcada e chamativa. Quando compramos uma mudinha, normalmente ele vem do viveiro com as condições ideais, lá elas tem água na medida certa e proteção do sol excessivo e isso faz com que elas fiquem com formas e cores originais da planta, mas nada como um vaso estabelecido a algum tempo, onde as suculentas encontram um certo "stress", e uma competição acontece seja por nutrientes, água ou espaço... e isso proporciona uma coloração bem definida e forte, mas só vem com o tempo, tem que ter paciência".

Esse é um típico caso, onde as suculentas se encontram em certo stress, causado por sol e pouca água. Ficam magníficas. 
Por: Solar Gardens: The Living Art Company - Canada
www.solargardens.ca
Alguns exemplos de modificação da cor das suculentas:
Sedum rubrotinctuim
Sedum rubrotinctum var. aurora
Sedum adolphi


Aeonium hawortii

Echeveria perle von nurnberg

Crassula campfire

Kalanchoe thyrsiflora

Senecio serpens

Euphorbia tirucalli

     "Normalmente quando as suculentas estão em ambientes não muito propícios e buscam por sol ficam estioladas, ou seja, crescem em altura pela busca de luz e adquirem um aspecto "feio" ficando compridas e pálidas. A solução? Sol, já que são adaptadas pra esse tipo de ambiente desértico e no momento que sentem falta de água não morrem como as plantas comuns, mas modificam sua coloração se tornando ainda mais exuberantes".

    

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Arte Viva: Quadros e Jardins Verticais de Suculentas

      "Colocar as suculentas nas paredes não é uma tarefa das mais difíceis, ideias super criativas inspiram uma transformação nos ambientes internos ou externos. Molduras simples ou mais detalhadas podem ser utilizadas, e uma infinita combinação de plantas é o que transforma essa brincadeira em arte. Uma moldura com plantas pode ser um pequeno quadro ou um grande painel, que renovará por completo o ambiente. Você já viu um quadro desses? Nesse post mostrarei algumas técnicas muito simples de montagem desses quadros de arte viva".
Lindíssima combinação de cores. Por Tiffanys Living Art.
Como um vaso, porém pendurado na parede. 
Por Dig Gardens.
A madeira em tons naturais fica rústica e combina muito com as suculentas.
Tamanhos e formatos diferentes das molduras, mas semelhança na escolha das suculentas cria uma unidade. Gostou? quer saber como fazer? então vamos às técnicas. Por Sunset Magazine.


Tela:
Por Better Homes and Gardens.

Uma simples moldura de madeira foi criada e uma tela foi fixada a um dos lados, acima da tela foi pregado a moldura de madeira escolhida, funciona como uma caixa com o fundo fechado.
Por Sunset Magazine.

A caixa preenchida com o substrato preparado e próprio para suculentas. Por Sunset Magazine.

Nos espaços da tela as suculentas são posicionadas, de maneira que haja uma harmonia. Espécies como echeverias, graptopetaluns, aeoniuns e seduns são ótimas opções, pois possuem formatos de roseta e ficam excelentes nesse tipo de plantio. Por Sunset Magazine.


Depois de plantados na horizontal, as molduras devem aguardar cerca de um mês para que as suculentas fixem suas raízes completamente e fiquem seguras quando forem penduradas na vertical.
Com o auxílio de um palito, os caules ganham espaço entre a terra mais facilmente. Por Better Homes and Gardens.

Nesse modelo, a tela utilizada foi a de galinheiro, e o musgo esphagum foi misturado ao substrato, permitindo que as suculentas fossem plantadas após o quadro na vertical, já que o musgo dá mais sustentação e leveza.


Feltro:
O feltro é muito utilizado em painéis e quadros vivos, aqui é mais uma ideia para execução.



Fibra de coco:

O procedimento da montagem da base é o mesmo, porém ao invés de tela, é colocado a manta de fibra de coco e o substrato é colocado antes da fibra ser fixada, mais detalhes para esse projeto veja aqui.

Para a colocação das suculentas, a fibra é cortada com estilete e as espécies são colocadas com as raízes e com o parte do próprio substrato dos vasos.
Esse é o resultado, as plantas não ficam tão próximas e a fibra fica aparente, mas espécies que são pendentes podem ser utilizadas e cobrirão os espaços com o tempo.



Tijolos:
Jardim vertical por Cláudia Regina. Foto: André Fortes
     
     "Quando o assunto é tamanho, os quadros deixam de ser práticos devido ao peso e é aí que e entram os painéis modulares, formando qualquer dimensão de parede. Esses painéis modulares, são fabricados em plástico e possuem células que comportam o substrato e as plantas e podem ter sistema de irrigação próprio".
Painel modular de plástico isolado.

Painéis em conjunto. Por davitydave.

Painéis formando um único quadro. Por Flora Grubb Gardens.

Painel na área externa de churrasqueira. Maravilhoso!

Painel em área interna de banheiro.Por Flora Grubb Gardens.

Montagem dos painéis.

Horizontal e vertical.


Muros...

quadros...

... ou fachadas inteiras.

sábado, 7 de janeiro de 2012

Canteiros, Forrações, Bordaduras...

      Tenho observado a cada dia que as suculentas estão ficando mais populares em jardins, plantadas diretamente no chão e misturadas com espécies não suculentas. O cuidado principal é na preparação do solo e sua drenagem. As suculentas são excelentes como forrações e na bordadura de caminhos, em terrenos com declividades e pequenas elevações as suculentas se encaixam perfeitamente com agaves imponentes e cactus de maior porte.
Em bordaduras de caminhos elas direcionam e colorem com suas flores texturas e cores.


Nesse canteiro, a forração explorou a inúmera variedade de espécies e formaram um desenho específico. As pedras sempre estão inseridas e dão um complemento.

A brincadeira aqui ocorreu com poucas espécies, porém com muito contraste na coloração das suculentas, criando uma unidade.

Forração e utilização de pedras.
Unidade na forração e bordadura com essa magnífica coloração azulada do senécio.



O senécio é sem duvida a forração mais utilizada, por preencher os espaços rapidamente e pela coloração incrível que contrasta com a maioria das suculentas tanto em cor quanto em textura.

As agaves em terrenos desnivelados normalmente são usadas com pedras.
Um canteiro forrado com suculentas.

A verticalidade vem com a agave e aloe ao fundo e também com vaso recheado de sedum, note que há uma mescla com outras espécies não suculentas como bromélias.

Detalhe do vaso com sedum e agave, que trouxe a verticalidade para um canteiro plano.

Texturas e cores.


CRÉDITOS E DIREITOS AUTORAIS DE IMAGENS

A grande maioria das imagens utilizadas no blog não são de minha autoria, SEMPRE que encontro, disponibilizo os créditos nas imagens.
Infelizmente, muitas delas quando encontro, são cópias das cópias, e já não possuem os devidos créditos e direitos.
A única finalidade desse blog é a DIVULGAÇÃO e COMPARTILHAMENTO de imagens das suculentas, para uma popularização no Brasil dessas plantas que são incrivelmente resistentes e tão utilizadas ao redor do mundo.
Se você se deparar com uma imagem de sua autoria ou a qual possua os créditos, por favor entre em contato comigo pelo e-mail lidianepaisagista@gmail.com, para reparação correta com a colocação da sua autoria ou para a retirada da imagem do blog.